littletux_bumper.sh-600x600

Aos professores de informática, apresento Linux

Estava lembrando de alguns professores da faculdade que diziam que Linux não é usado em sistemas críticos, que apenas empresas amadoras que usam.
Então, lendo a introdução da Linux Magazine de Nº 67, deparo com esta introdução:


10,8 bilhões de dólares! Esse é custo atualizado para reescrever a kernel do Linux do zero. Há cerca de dez anos, a IBM anunciava um investimento de 1 bilhão de dólares no Linux. Agora, com mais de 18 anos de existência, o Linux se tornou o fundamento da Internet sendo o sistema operacional mais utilizado em servidores, em computação de alto desempenho e em sistemas embarcados. Está presente em uma série de serviços considerados essenciais hoje em dia, mantendo as operações das bolsas de valores de Nova Yorque, Tokyo, Frankfurt, e Londres, da bolsa mercantil de Chocago, da Nasdaq e até da Bovespa.
É o Linux que garante o funcionamento do sistema aéreo dos EUA e da Alemanha, bem como os sistemas de entretenimento dentro dos aviões da Boeing, da Airbus e da Embraer. Google, Amazon, Facebook, Yahoo, Twitter, MySpace, LinkedIn, são alguns dos principais serviços globais de Internet que ficam online 24h por dia graças ao Linux.
Carrefour, Grupo Pão de Açucar, Extra, Casas Bahia, Ponto Frio, C&A, Lojas Rener, Lojas Pernambucanas, Lojas Marisa – entre centenas de outros varejistas – rodam seus servidores e pontos de vendas em sistemas Linux.

Vale lembrar que a Petrobrás conseguiu reduzir em um ano a análise de dados de prospecção no Pré-Sal graças aos seus sistemas Linux em cluster.
O Linux é a base de um mercado multibilionário e detém atualmente a posição de dominância enquanto tecnologia. E a mudança da computação pessoal do PC para os dispositivos móveis deverá sepultar o último bastião em que o Linux ainda não é o sistema dominante.

E Linus Torvalds, seu criador, que poderia ter sido o próximo Bill Gates, nos deu o sistema gratuitamente, para o bem da humanidade.

(Rafael Peregrino da Silva – Linux Magazine Nº 67)

Fico pensando se vale apena fazer um curso de informática, que custa em torno de R$ 800,00 por mês, para ficar recebendo capacitação em sistemas Windows dentre outras plataformas proprietárias.

Com R$ 800,00 por mês da para fazer:

– Um curso de Linux (suporte)
– Programação em linguagens usadas pelo Linux (C, C++, PHP, Python etc)
– Comprar vários Livros
– Fazer várias certificações

Graduação?

Sim é importante, mas se for para aprender alguma sistemas que não sejam baseados em Linux, melhor fazer direito, medicina, matemática, qualquer outra área qual o Linux possa ser útil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *